Publicado em: 14/06/2012 ás 17:48:40

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Meraldo Figueiredo Sá, e a equipe técnica da instituição, apresentaram nesta terça-feira (12), para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva, o Pré-programa de Desenvolvimento do Turismo e da Agricultura Familiar para a Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá. O estudo tem como objetivo apresentar o levantamento do potencial dos municípios, aumentando sua capacidade de produção.

Para elaborar o trabalho, a AMM fez um levantamento da atualidade e das necessidades de cada cidade da região, em busca de suas potencialidades e dos entraves que prejudicam seu aproveitamento. Segundo Meraldo, o pré-programa foi elaborado com o intuito de indicar alternativas para diminuir as desigualdades regionais de Mato Grosso. “O estudo está aberto à contribuição dos prefeitos para que possa contemplar de forma efetiva as necessidades e prioridades da região”, assinalou o presidente da AMM.

O deputado José Riva, destacou como excepcional o trabalho realizado pela AMM, e sugeriu que seja acrescentado ao estudo, a questão do minério, que segundo ele é pouco explorado no estado e pode aumentar o PIB de Mato Grosso, assim como o turismo. “Sabemos do grande potencial turístico dos nossos municípios, porém, infelizmente pela falta de logística do estado, essa potencialidade ainda é pouco explorada”. Riva sugeriu ainda uma reunião com o governador Silval Barbosa, para colocar em pauta as questões do estudo da AMM.

O programa visa diversificar a matriz econômica dos 13 municípios do Vale do Rio Cuiabá e criar alternativas para o desenvolvimento das cidades. A iniciativa visa promover a inserção do turismo e outros segmentos como fatores de inclusão social nos municípios.

O projeto visa também preparar os municípios para a Copa do Mundo de 2014, considerando que a região metropolitana estará em evidência, principalmente as cidades turísticas, que vão receber visitantes de várias partes do Brasil e do mundo. A iniciativa da AMM foi motivada pela manifestação do prefeito de Chapada dos Guimarães, Flávio Daltro, que tem demonstrado preocupação com a falta de recursos para desenvolver o turismo no município e no estado.

A AMM já desenvolve vários projetos para fomentar o desenvolvimento dos municípios, principalmente daqueles considerados de economia estagnada ou exaurida. Esse grupo compreende 105 cidades de Mato Grosso, de acordo com classificação própria, elaborada pela associação.

Conforme o ordenamento, no grupo de economia estagnada estão as cidades com PIB per capita abaixo da média estadual, mas com população em crescimento e os exauridos são os municípios com PIB per capita abaixo da média estadual e com população que não apresenta crescimento. Dos 13 municípios do Vale do Rio Cuiabá, 12 são considerados com economia exaurida ou estagnada. Somente Cuiabá não está incluído nesse grupo.

Essa deficiência se reflete claramente nos altos índices de desemprego verificados na região, conforme apontou pesquisa realizada pela AMM em abril de 2011. O levantamento revelou que o problema se concentra, principalmente, na faixa etária dos 16 aos 24 anos. Essa constatação gerou, inclusive, a realização do curso de Auxiliar Administrativo da Construção Civil, promovido pela associação no ano passado para auxiliar jovens na conquista do primeiro emprego.

O levantamento apontou, ainda, que o fluxo migratório que se verifica nos municípios também é um indicador da estagnação da economia. O problema econômico tem origem na escassez de oportunidades de empregos nas cidades, que apresentam um alto grau de informalidade. Essa informalidade não significa necessariamente contratos de trabalho sem carteira assinada e sim condições precárias de trabalho.

De acordo com os dados, existe grande disponibilidade de mão-de-obra na região. Em Cuiabá, por exemplo, os desempregados chegam à taxa de 7% da população com mais de 16 anos, mas em alguns bairros periféricos esse índice pode chegar a 20%, com 80% deles incluídos na faixa etária de 16 a 24 anos.

Participaram da apresentação na Assembleia os prefeitos de Barão de Melgaço, Marcelo Ribeiro Alves, Chapada dos Guimarães, Flávio Daltro, Jangada, Valdecir Kemer, Nobres, José Carlos da Silva, Nossa Senhora do Livramento, Zenildo Pacheco Sampaio, Nova Brasilândia, Jamar da Silva Lima, Poconé, Arlindo Marcio Moraes, e de Várzea Grande, Sebastião dos Reis Gonçalves.

Notícias relacionadas

29/02/2024

Prazo final para o desconto no alvará!

Visualizar Notícia

14/11/2023

Conheça as nossas candidatas a MISS NOVO MUNDO 2023

Visualizar Notícia

17/08/2023

A Secretaria Municipal de Saúde de Novo Mundo entregou novos uniformes aos...

Visualizar Notícia

14/09/2022

CONVITE DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

Visualizar Notícia